CURSO de Línguas Online e Gratuito !

sábado, 2 de agosto de 2008

QUEBEC QUER IMIGRANTES BRASILEIROS




QUEBEC QUER IMIGRANTES BRASILEIROS:

Que tal uma virada de 180º na sua vida? É o que propõe o governo do Quebec, província do Canadá, com o programa de imigração. Por um processo sem burocracia, é possível imigrar com um Visto de Residência Permanente, que permite morar e trabalhar legalmente no Quebec. Após três anos de residência no Canadá pode-se inclusive pleitear cidadania, com direito a passaporte canadense. Incrível? Milagre? Nada disso.È coisa de primeiro mundo.
Entre os critérios de seleção estão: conhecimento de francês, língua oficial da província, nivel de escolaridade técnologica ou universitária, experiência profissional, recurso financeiro, e idade de no máximo 35 anos.
Com quase 5 habitantes por quilômetro quadrado, a maior província canadense - onde estão situadas as cidades de Montreal e Quebec – tem uma política de incentivo à imigração como forma de suprir o carente mercado interno de mão-de-obra e assim garantir boas taxas de crescimento econômico.
Eu já dei entrada no meu processo.Estarei postando aqui passo a passo deste novo desafio em minha vida.
São vagas para as mais diversas áreas.Entre elas a área de TI.
Pesquisando sobre o mercado de trabalho no Canadá, encontrei no site http://www.emploiquebec.net/uma área com links para diversos sites que mostram o desenvolvimento dos setores de atividades da economia, entre eles, o mercado de Tecnologia da Informação, área em que minha esposa atua.
Então, fui consultar o site do COMITÉ SECTORIEL DE MAIN-D’ŒUVRE DES TECHNOLOGIES DE L’INFORMATION ET DES COMMUNICATIONS (TIC), que em português é algo próximo de Comitê Setorial de Mão-de-obra da Tecnologia da Informação e das Comunicações.
Quem tiver interesse pode consultar o site: http://www.technocompetences.qc.ca/
No site, encontrei vários assuntos interessantes como, por exemplo, o estudo da evolução das competências em TI nos próximos cinco anos, o diagnostico do setor em 2008, perspectivas de emprego, estatísticas e tendências do mercado de TI, além de diversos links que, inclusive, podem ajudar o profissional formado no exterior a conseguir um emprego na área.
Vale a pena conferir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário