CURSO de Línguas Online e Gratuito !

domingo, 27 de fevereiro de 2011

RELACIONAMENTO NA EMPRESA


DIFICULDADES DE RELACIONAMENTO NO AMBIENTE COORPORATIVO:

Esta semana recebi um e-mail de um leitor que me pedia conselhos, pois não suportava mais conviver com as pessoas que o trabalhavam na empresa com ele.

Bem, não me considero a pessoa mais adequada para responder este tipo de questionamento, pois eu mesma já me flagrei não sabendo lidar com algumas situações. Normal! Sou de carne e osso!

A verdade é que as pessoas são diferentes, cada uma tem uma personalidade e um modo de pensar e agir. Já passei por diversas empresas e garanto a vocês que em minha vida nem tudo foram flores. Já engolir muito sapo, já fui humilhada, destratada e injustiçada...enfim: cada empresa por onde passei conheci a parte boa e a parte ruim desta selva chamada muito coorporativo. E isso é considerado um crescimento.

Sei que é complicado aceitar certas atitudes de alguns colegas de trabalho. Eu mesma já senti vontade de mandar alguns “tomar banho” para não usar outros termos. Mas a verdade é que só você poderá responder se compensa ou não.

Esta semana mesmo me aborreci com uma coisa absurda que ouvi, mas graças a Deus a situação foi muito bem conduzida e solucionada. E quando saquei parte de meu salário e paguei a escola da minha filha, percebi que valeu apena o stress.

Gente, eu trabalho em outra cidade. Minha filha mora na capital com minha mãe. Quando soube que iria ser transferida, pensei: “ vou fazer isso por Gigi”. E sabem qual foi a primeira coisa que fiz? Troquei ela de escola! Minha filha saiu de uma escola de porte médio e passou para uma de porte grande, com uma estrutura e um ensino melhor. Afinal, acho que a maior herança que posso deixar para ela é a educação.

Todas as empresas têm algum tipo de conflito interno, causado pelos indivíduos que interagem diariamente no ambiente de trabalho.

Claro que não estou mandando todo mundo abaixar a cabeça e aceitar qualquer coisa, só por causa do dinheiro. O que estou teantando explicar é que pessoas ruins, injustas, fofoqueiras e até mesmo aquelas que adoram tentar mostrar serviço apontando os erros do colega, vocês vão encontrar em qualquer empresa por onde passar. Acredite: quanto maior a empresa, maior são as chances de conviver com alguem com personalidade de carater duvidoso. Todas, todas as empresas mesmo estão sujeitas a serem vítimas dos transtornos causados por funcionários que, ao contrário de serem úteis a estas entidades, na verdade, acabam atrapalhando e causando mal estar no restante da equipe.

Para não ser destruido a pessoa precisa aprender a lidar com elas. Agora, se você tentar fazer de tudo e mesmo assim a situação não melhorar. Parta para outra. Mude de emprego e de hambiente. Não tenha medo de pedir as contas. Confie no seu potencial!

2 comentários:

  1. Muito interessante o texto! Vale-se lembrar que os conflitos de relações acontecem em todos os lugares, corporativos ou não.Mas quando se trata de relações dentro de empresa, faz se necessário o uso de mecanismos que favoreçam as relações interpessoais, já que estás favorecem de todas as formas os rendimentos. Pessoas de personalidade duvidosa, integram todos os campos da sociedade, mas é exatamente por isso que se pensou em meios de reeducação, ou modelamento de comportamento. Se não for possível mudar, com toda certeza será possível controlar os impulsos próprios de tal condição. As corporações, com toda sua gestão, precisa somente pensar que a redução dos conflitos também geram lucros. Que cliente quer ter que lhe dar com o cansaço das compras e ainda aturar um funcionário desmotivado, ou no final do processo ter que lhe dar com uma situação de conflito entre colegas?... de fato o seu texto, provoca reflexão.
    abraços!
    Del Alcântara.

    ResponderExcluir